Rogério Costa Pereira @ 13:26

Sab, 02/07/11

Acabei de ouvir na France24 uma "jornalista" perguntar a um comentador algo como: "até que ponto as mulheres evitarão queixar-se de violação, tendo em conta a forma como esta mulher está a ser tratada?" Por esta inqualificável afirmação em forma de pergunta, fica claro que os danos causados na imagem de DSK (independentemente de este ser culpado ou inocente, coisa que não me cabe a mim aferir) são nesta altura irreversíveis. E fica também demonstrado que, ainda que DSK saísse hoje em liberdade com um pedido de desculpas do Estado de NY, a viabilidade da sua candidatura à presidência da República francesa seria praticamente nula.



... partiu o espelho.