Rogério Costa Pereira @ 00:24

Sex, 21/10/11

“Abdel-Hakim Belhaj foi entregue pela CIA. Ele foi capturado e raptado, juntamente com a sua mulher grávida, e levado num dos chamados “voos negros” para Tripoli, para ser interrogado [leia-se: torturtado].”

Peter Bouckaert, Human Rights Watch

Peter Bouckaert, Human Rights Watch

De acordo com a TVI, Abdel-Hakim Belhaj era “um opositor do regime que chegou a pertencer a um grupo com ligações à Al-Qaeda e que, ironicamente, é hoje um dos lideres da nova Líbia apoiada pelo Ocidente”.

Não que isto seja alguma espécie de novidade, verdade seja dita, mas é sempre bom ter como comprová-lo (neste caso, uma série de arquivos que o ditador e sus muchachos deixaram para trás). Em suma, quando lhes cheira a petróleo, qualquer tendinha lhes serve, qualquer mão estendida, por mais suja de sangue que esteja e desde que a sujidade também inclua petróleo, tem de ser apertada. Um poço de petróleo pelo teu sorriso, tóni! Felizmente, não descobriste a tempo que também o há no Beato. A verdade é só uma, estes fantoches (Khadafi, Saddam Hussein, etc) são postos e depostos pelo Ocidente ao ritmo do ouro negro que ejaculam. Quando a coisa aperta e as tendinhas começam a incomodar, a solução é simples. NEXT! 

Blair e Khadafi

 

[As imagens e o texto em itálico são da reportagem da TVI, assim como o título deste post] 



... partiu o espelho.